Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘o que está dando dinheiro’

Tudo começa pela percepção de oportunidade de negócio, que é bem diferente de uma mera idéia de negócio. Se existe alguém querendo comprar os serviços e os produtos que o empreendedor pretende oferecer, então existe oportunidade de negócio. Pois na essência, uma atividade empresarial é a ação de vender e lucrar. Se for comprovada a possibilidade de vender os serviços e produtos idealizados e de lucrar, então foi encontrada uma oportunidade de negócio. Mas não basta somente vender. O que realmente é determinante de uma boa oportunidade é a quantidade de lucro que pode resultar da operação Não serve qualquer lucro. Mas somente um montante que compense, que supere em ganhos o que poderia ser obtido em outros negócios e investimentos.

Ter sucesso como empresário depende também de consciência anterior de que o lucro não vem por acaso. E que precisa ser conseguido todos os dias, e em cada venda. Para isto precisa ser desejado, precisa ser perseguido. Qual o volume de lucro que se deseja alcançar? O que precisa ser feito para conseguir?

Ter sucesso como empresário depende também de consciência anterior de que o lucro não vem por acaso. E que precisa ser conseguido todos os dias, e em cada venda. Para isto precisa ser desejado, precisa ser perseguido. Qual o volume de lucro que se deseja alcançar? O que precisa ser feito para conseguir?. Se não souber o lucro que precisa ser gerado, qualquer lucro servirá, inclusive nenhum. Se não forem determinadas metas de vendas para guiarem a operação, qualquer volume de receita servirá, mesmo que não produza lucro. Se não tiver clareza dos níveis de custos que a empresa pode operar para gerar resultados positivos, os custos ficarão incontroláveis e os resultados serão negativos. Os negócios que deram certo tinham no comando gestores que  sabiam e praticavam planejamento que definiam o caminho a seguir.

Quer saber se você está com uma simples idéia de negócio ou identificou uma oportunidade de negócio? Leia mais e comente no blog Ágil + Frágil.

Oportunidade de negocio x idéia de negócio

Anúncios

Read Full Post »

Que tipo de negócio eu abro? Ou o que é que está dando dinheiro? Estas são as perguntas mais frequentes nos pontos de atendimento do Sebrae. E em tempos de muita concorrência e mundo globalizado, criar um negócio inovador é também fundamental.

Voltando à pergunta que tipo de negócio abrir, digamos que ela  pode ser respondida com a ajuda de informações e análise do perfil do futuro empresário, entre elas, quais os segmentos da economia em que ele se identifica.

Gostar de comer e ser servido é uma coisa. Ser dono de um restaurante e gerenciar fornecedores, equipe de cozinha, equipe de garçons, combinação de menu, é outra bem diferente. O ratinho do filme Ratatoulle* que o diga, não é mesmo?

Por outro lado, o futuro empresário tem que estar de olho no futuro. Olhar para as tendências e se colocar o desafio de pensar em algo inovador.

Que tipo de negócio você está pensando em abrir? Leia mais e comente no Mercado ao seu Alcance.

duvidaoqueabrir

Read Full Post »

SequênciaCustos  de uma empresa

É preciso dar atenção especial aos impostos e contribuições. Procure no SEBRAE informações complementares sobre esse assunto, especificamente para o negócio que pretende montar. Recomendamos que desde já, desde a elaboração do plano de negócios e também no funcionamento da empresa procure entender e praticar cálculos dos impostos e das contribuições. Procure entender perfeitamente a mecânica de cálculo, de apuração e os efeitos sobre o preço de venda dos produtos e serviços.

  1.  Que impostos e contribuições incidem nas vendas?
  2. Como são apurados?
  3. Em que momento?
  4. Quando devem ser pagos?
  5. Quais são as opções para pagar menos impostos?
  6. O que é crédito de imposto?
  7. Como utilizar o crédito de imposto para reduzir o imposto a pagar?
  8. Quais os riscos de calcular erradamente os impostos?
  9. Como tratar os impostos e contribuições no preço de venda?

 Leia mais no Beco com Saída.

voce conhece os seus custos

Read Full Post »

Por Antonio Carlos de Matos

Você que está pensando em montar um negócio próprio, já parou para pensar se identificou uma oportunidade de negócio ou tem apenas mais uma idéia na cabeça? Daquelas idéias que imediatamente viram empresas, muitas das quais acabam já no primeiro ano de vida, situação de 31% dos que abriram um negócio próprio nos últimos anos.

 

Qual a diferença? De maneira bem simples e direta, se tem alguém querendo comprar os serviços ou produtos da empresa que pensa criar, então existe uma oportunidade de negócio. Afinal de contas, podemos resumir uma atividade empresarial numa ação final de vender e lucrar. Se for comprovada a possibilidade de vender os serviços ou produtos resultantes e de lucrar, então você encontrou uma oportunidade de negócio. Note bem, vender e lucrar. Não basta somente vender. O que realmente é determinante de uma boa oportunidade é a quantidade de lucro. Não serve qualquer lucro. Mas somente um montante de lucro que compense toda a empreitada. Isto é, supere em ganhos o que poderia ser obtido em outros negócios e investimentos. Em outras palavras:

 

*      Para começar, você precisa confirmar a existência de interessados em comprar os serviços ou produtos que sua empresa vai oferecer;

*      Por um preço que compense todos os seus custos e dê lucro;

*      Em quantidade que acumule no final de um período de tempo um montante de lucro que compense a empreitada;

*      E que estas condições durem por tempo que compense a montagem do negócio. Isto é, dê o retorno que você deseja;

*      E ainda, que você realmente esteja disposto a enfrentar e comandar o dia-a-dia desta operação. Você e sua família deverão adaptar o estilo de vida às condições que o negócio necessitar, caso você fique no comando da operação da empresa.

 

Simples? Nem tanto. É provável que neste ano mais de 40.000 empresas que foram abertas no ano passado sejam fechadas. Fracassarão. A principal razão é falta de planejamento inicial. Mais ou menos assim: tiveram a idéia e abriram. Não confirmaram o volume de dinheiro que seria necessário para montar o negócio, chamado de investimento inicial, nem quanto de recursos seria necessário para movimentar a empresa no dia-a-dia, o tal do “capital de giro“.

*      Quais seriam os custos?

*      Que preço deveria praticar?

*      Qual volume precisaria ser vendido?

*      Quem é o cliente e onde está?

*      Que lucro poderia ser obtido?

 

Pois é. Se você está com uma idéia na cabeça, cuidado. Antes de montar a empresa planeje os passos iniciais. Ou então responda a esta pergunta: aberta a empresa, o que você fará para que quem já compra no mercado o que sua empresa pretende vender, compre também de sua empresa?

 

 

Antonio Carlos de Matos

Consultor Orientação Empresarial

SEBRAE/SP

 

 

 

Read Full Post »