Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘negócios’

Eventos são estratégias de comunicação aproximativa que precisam ser corretamente utilizados por seus executores. Em primeiro lugar só deve fazer eventos quem tiver competência para organizar e paciência para suportar as horas de estresse. Desde a organização de uma reunião até um congresso de vendas tudo precisa ser cuidadosamente pensado. Então vamos às principais orientações para quem deseja organizar um evento.

Inicialmente planeje bem. Planejar é fundamental para o profissional de eventos. Tudo deve ser criteriosamente pensado e as chances de que alguma coisa saia errado são de 100%. Portanto, não vacile. Convites, recepcionistas, serviço de alimentação, transporte, divulgação, cerimonial, enfim, uma série de itens precisa ser checada várias vezes. Além disso, escolha os melhores fornecedores, nem que para isso você precise pagar mais caro. Lembre-se que caro é aquilo que você não gosta.

Certa vez um amigo organizou uma cerimônia de posse da diretoria de uma organização estatal. Tudo ia muito bem, até o momento que ele despachou os envelopes para os convidados. Os envelopes seguiram, mas sem o convite. O nível de estresse que ele viveu foi algo inacreditável. O evento, é claro, ficou muito esvaziado e ele perdeu o cliente.

Em outra oportunidade, numa entrega de um premio nacional, o mestre de cerimônia subiu ao palco inteiramente alcoolizado. E apesar da riqueza do evento, da beleza dos detalhes, do buffet delicioso, todos se lembraram do vexame do cerimonialista

Então, antes de qualquer ação operacional, devemos pensar o evento, detalhe a detalhe, etapa a etapa e levantar todas as variáveis que podem contribuir para que o evento seja um fracasso. Se você, por exemplo, vai realizar um evento a céu aberto, precisa contar com a possibilidade de chuva, queda de temperatura ou excesso de calor. Certifique, também, que todos os seus fornecedores são responsáveis e de excelente qualidade.

Fique certo que um evento é mais lembrado pelo que deu de errado que pelo sucesso. As falhas, as gafes, os improvisos chamam muito mais a atenção que o andamento perfeito das coisas. Aliás, como dizem alguns, tem muita gente que fica torcendo para que a noiva caia em pleno altar.

Organizar um evento, portanto, não é uma tarefa para amadores, para quem fica conquistando clientes pela redução de preços ou pela entrega de um serviço de qualidade duvidosa. Os melhores e grandes clientes são aqueles que exigem perfeição do começo ao fim e que estão dispostos a se tornarem visíveis para seus públicos por meio das ações de eventos, não se importando muito com quanto irão ter que investir. É claro, porém, que preço é um ponto muito importante dentro do planejamento orçamentário de qualquer evento. No entanto, não deve ser o condicionante para a exclusão de serviços de qualidade que garantirão a plena satisfação de seus clientes. Se for organizar eventos, pense em tudo isso.

Saiba mais no blog Comunicação Empreendedora.

Anúncios

Read Full Post »

Continuando nosso artigo sobre transparência empresarial, vamos analisar como isto pode afetar o relacionamento da empresa com seus fornecedores e se a transparência compromete o segredo do negócio e/ou a estratégia da empresa.

Sendo transparente com seus fornecedores:

No relacionamento com seus fornecedores, a transparência é mais do que desejável, ela é vital para o sucesso dessa convivência empresarial.

Todas as empresas precisam prestar informações básicas aos seus fornecedores para que eles possam atendê-las de forma adequada. Entretanto, mais do que disponibilizar acesso a informações básicas, ter um relacionamento transparente com eles envolve estabelecer uma verdadeira parceria, incluindo-os até mesmo na discussão de futuros projetos que poderão contarão com os produtos e/ou serviços fornecidos por essas empresas.

Este tipo de parceria, quando bem aplicada, pode trazer ganhos substancias uma vez que esses fornecedores conhecem as melhores alternativas para a diminuição de custos e para se obter o melhor aproveitamento dos recursos que serão investidos nos futuros projetos. Esta parceria significa que o fornecedor deixará de ser um agente passivo em relação ao seu cliente, ou seja, que apenas fornece produtos ou serviços, tornando-se um elemento ativo na criação de soluções, confirmando o ditado popular que diz que “duas cabeças pensam melhor do que uma”.

Mas como ficam as questões que envolvam os segredos da empresa, bem como seu planejamento estratégico? Elas podem ser prejudicas por toda essa transparência da empresa?

Saiba mais e comente no blog do Boris Hermanson.

Read Full Post »

Transparência é a característica de tudo que é translúcido, ou seja, daquilo que permite que a passagem da luz. No mundo empresarial, uma empresa transparente é aquela que age de forma clara, verdadeira, sem enganos, sem mentir para seus empregados, clientes e fornecedores.

Entretanto, será que a transparência é um bom negócio para as empresas? Ser transparente, verdadeiro, significa expor os seus segredos e estratégias para terceiros?

Saiba mais e comente no blog do Boris Hermanson.

Read Full Post »

Somos um dos 10 maiores mercados gráficos atuais com negócios representando aproximadamente 1,05% do PIB brasileiro.

São aproximadamente 19.000 empresas formalizadas que geram mais de 200.000 postos de trabalho.

Empresas de todos os portes e com todas as deficiências em gestão próprias da nossa cultura empreendedora.

Na verdade quero falar das MPE´s do setor que presumo serem ao redor de umas 14.000 empresas.

Empresas via de regra com acentuada informalização dos processos de gestão e, falando em gestão, geridas de forma bem familiar. O dono, a família e os empregados.

Aquele estilo “manda quem pode e obedece quem tem juízo” é o mais verificado e falando em prazo de entrega, a data de entrega será quando o pedido for entregue, independente do prazo acordado!

Logicamente eu teatralizei muito esta situação, entretanto há problemas verificados em muitas dessas empresas que soam como ecos desta situação hipotética.

Para o consultor, Reinaldo Miguel Messias do SEBRAE/SP temos basicamente os seguintes problemas:

1. Empresário dedica mais esforço ás suas atividades operacionais do “fazer” que em estratégias do “pensar”

2. Falta adequação ao planejamento operacional, custeio e acompanhamento de gastos para cada pedido executado

3. Baixo grau de divulgação e comunicação com mercado e clientes

4. Perda de credibilidade dos clientes em função de atrasos e/ou entregas incompletas

5. Definição de foco de atuação e padrão de qualidade em desacordo com o mercado

6. Baixa produtividade ocasionada por equipamentos obsoletos e mão de obra despreparada

7. Gestão familiar mistura negócios da empresa com os negócios da família.

8. Falta de ações para melhoria, retenção e valorização das competências profissionais dos colaboradores

9. Falta de ações para apuração e eliminação de desperdícios nos processos empresariais

10. A desorganização é evidente no chão de fábrica, permeia a administração e chega ao atendimento a clientes.

Eliminar estes problemas passa pelo que chamo “Profissionalização da Gestão”. Quer saber como fazer isso aí na sua empresa? Leia mais e comente no blog Bom de Negócio!

Read Full Post »