Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Gestão’ Category

O setor industrial é responsável por aproximadamente 46% do consumo de energia elétrica no Brasil, do qual somente os motores absorvem 51% da energia consumida. Quando se trata de reduzir desperdícios e economizar energia, as principais recomendações incluem otimização do sistema motor-equipamento, substituição de motores superdimensionados, correção do fator de potência baixo e redução dos picos de demanda.

Motores

  • Verifique se existem motores superdimensionados e tente adequá-los.
  • Quando for substituir motores, sejam queimados ou superdimensionados, utilize motores de alto rendimento
  • Desligue os motores das máquinas quando estas não estiverem operando.
  • Faça manutenções preventivas periódicas.
  • Verifique se os dispositivos de partida estão adequados.

Iluminação

  • Utilize lâmpadas mais eficientes e adequadas para cada tipo de ambiente. A lâmpada de vapor de sódio, por exemplo, é mais eficiente do que as lâmpadas de vapor de mercúrio ou as mistas.
  • Utilize reatores eletrônicos de boa qualidade.
  • Utilize luminárias espelhadas para lâmpadas fluorescentes.
  • Abuse de recursos que aumentem o aproveitamento da iluminação natural: telhas translúcidas, janelas amplas, tetos e paredes em cores claras.
  • Ligue a iluminação somente onde não haja iluminação natural suficiente e desligue-a sempre que as dependências estiverem desocupadas. Mantenha ligada apenas a iluminação que contribua para a segurança do local.
  • Divida os circuitos de iluminação, de tal forma a utilizá-los parcialmente, sem prejudicar o conforto.

Os mesmos cuidados devem ser aplicados a refrigeração, equipamentos elétricos em geral, ar comprimido, fornos elétricos, bombeamento de água entre outros.

Existem programas vinculados ao Ministério da Minas e Energia, executado pela Eletrobrás com os seguintes objetivos:

  • Combater o desperdício de energia elétrica
  • Estimular o uso eficiente e racional de energia elétrica
  • Proporcionar benefícios à própria sociedade
  • Aumentar a competitividade do país

Ações

  • Otimização de sistemas motrizes industriais através de convênios com as Federações de Indústrias.
  • Capacitação laboratorial através de convênios com universidades federais

Para maiores informações acesse http://www.eletrobras.gov.br/procel

Comece pelas pequenas ações de custo menor e planeje a médio prazo ações mais eficazes para a redução de consumo. O investimento na maioria dos casos se paga em pouco tempo.

Leia mais e comente no blog Gestão da Produção e Qualidade.

Anúncios

Read Full Post »

Observamos com alegria muitas empresas crescerem e se desenvolverem gerando mais empregos, propiciando melhores condições de vida aos funcionários e contribuindo para o desenvolvimento social.

Porem, por outro lado, observamos empresários stressados, reclamando que não tem tempo para nada, há anos que não tira férias, que tem que realizar tudo, pois não tem ninguém com competência suficiente para realizar as atividades de coordenação.

Importante é entender que parte dos resultados obtidos pela direção da empresa provem de suas próprias ações e parte provem de ações de terceiros, aos quais ele deve delegar.

Entendemos por delegação, uma atividade administrativa, na qual se transfere ao colaborador responsabilidades, com a devida autoridade para gerenciar as mesmas.

Mas por que não se delega tão pouco?

Leia mais e comente no blog Gestão da Produção e Qualidade.

Read Full Post »

Saber o resultado da empresa neste mês que passou, se ela obteve lucro ou prejuízo, deveria ser algo trivial, porém, para muitas organizações é o início de um enorme problema causado pela falta de informações.

Na verdade, é mesmo uma tarefa trabalhosa, que demanda meses de trabalho dedicado para a captação, tabulação e análise dos dados empresariais, até chegar a ser aceita como a única fonte sobre a verdadeira posição do negócio, por parte de todos os empregados, e principalmente pelo proprietário do negócio.

Neste instante a informática sempre é lembrada como a ferramenta salvadora, pois através dela o gestor conseguirá tomar a melhor decisão para a competitividade empresarial.

Primeiramente vou lembrar uma máxima da informática:

– Se entrar lixo nos aplicativos, certamente sairá lixo, como informação.

Ou seja, se você inserir dados errados nos computadores e sistemas integrados, eles certamente terão informações erradas armazenadas e conseqüentemente você tomará atitudes comprometedoras.

Algo simples e lógico que sempre é deixado de lado pelos empresários, a qualidade na captação dos dados empresariais, muitas vezes por ignorância, mas também por desleixo, ou pelo simples fato que as informações geradas pela empresa serão desprezadas para a maioria das ações gerenciais.

Uma ação simples como reduzir os preços de venda de determinados produtos, normalmente faz com que a área comercial siga cegamente os maiores concorrentes, pois é preciso acompanhar a evolução do mercado, dizem eles, não se importando, ou desconhecendo as conseqüências financeiras para a empresa, como vender produtos ou serviços abaixo dos custos.

Leia o texto completo no blog Gestão de Negócios.

Read Full Post »

Neste ano, o Fisco começa a cruzar mais informações, e, em no máximo 2 anos, TODAS as informações estarão cruzadas!

Vocês se lembram da CPMF?

Esta contribuição tinha o grande efeito em controlar todas as movimentações bancárias, além, é lógico daquela cobrança de 0,38%…

Atualmente, não temos mais a CPMF, mas, o Fisco tem inúmeros outros recursos e começa a cruzar muito mais informações…

Tudo que envolvam movimentações através do CPF ou da CNPJ serão cruzadas on-line com:

• CARTÓRIOS (confrontar bens imóveis com a movimentação financeira do contribuinte. Compra e venda de: terrenos, casas, apartamentos, sítios, construções, …)

• DETRANS: (registro de propriedade de veículos: compra e venda de automóveis, motos, barcos, Jet-skis, …)

• BANCOS: (movimentações financeiras através de: cartões de crédito, débito, financiamentos, …)

EMPRESAS EM GERAL: (operações já rastreadas mediante entrega de declarações periódicas: folha de pagamentos, FGTS, INSS, IRRF, passam a ser cruzadas as operações de compra e venda de mercadorias e serviços através da Nota Fiscal Eletrônica)

Lembrando ainda que a fiscalização é retroativa pelos últimos 5 (cinco) anos.

O  grande propósito deverá ser o combate a atividades informais, especialmente entre as micro e pequenas empresas e mais especialmente àquelas enquadradas no regime SIMPLES NACIONAL.

Portanto, fica aqui o alerta a você contribuinte… formalize-se e organize-se com relação a suas movimentações financeiras... SEPARE tudo que é movimentação de dinheiro da EMPRESA das movimentações PESSOAIS… EVITE POR COMPLETO movimentações (compras e pagamentos) com cartões de crédito empresariais para aquisições pessoais…  evite absolutamente aquele esquecimento da emissão de nota fiscal na hora da compra ou da venda…

Enfim, a administração de seus negócios e de suas finanças pessoais deverão obedecer aos seguintes preceitos:

ORGANIZE-SE

FORMALIZE-SE

ADMINISTRE SUAS FINANÇAS

Pense nisso e aja imediatamente! Leia mais no blog Finanças.

Read Full Post »

As exportações brasileiras têm enfrentado sérios desafios. De um lado vemos o crescimento da classe C, o que garante um mercado consumidor interno promissor que têm despertado o interesse de empresas do mundo inteiro. Ao mesmo tempo nossa moeda, o real, encontra-se valorizado, o que torna nossos produtos menos atrativos no mercado externo. Além disso, temos ainda uma elevada carga tributária suportada pelas empresas brasileiras, o que compromete ainda mais a competitividade de seus produtos.

Neste cenário desfavorável, entretanto, temos duas ferramentas muito importantes, que se forem utilizadas em conjunto podem auxiliar muito o aumento das exportações das micro e pequenas empresas, a saber, o programa Exporta Fácil e a internet.

O que é o Exporta Fácil:

O Exporta Fácil é um programa de simplificação das exportações, criado em 1999, destinado especialmente para micro e pequenas empresas. Através desse programa é possível realizar a exportação de maneira simplificada, com o preenchimento de um único formulário, de produtos no valor de até US$ 50.000,00, desde que os pacotes contendo tais produtos não ultrapassem 30 quilos.

Para se ter uma idéia do peso do programa Exporta Fácil nas exportações brasileira, basta citarmos que o Ministério das Comunicações considera-o responsável, em grande medida, pelo recorde histórico das exportações pelo correio que foi atingido em maio de 2010, quando foram exportados, via postal, produtos no valor de US$ 23,7 milhões, o que representou um aumento de 30% em relação a maio de 2009 (http://www.mc.gov.br/images/servicos-postais/exportacoes-por-remessa/exportacao_remessas_postais_052010.pdf).

E como a Internet entra nesta história?

Bem, sabemos que a internet é uma extraordinária vitrine onde as empresas podem apresentar seus produtos e serviços para o mundo inteiro, explorando os mais diversos segmentos do mercado.

Produtos ou serviços com pouca procura numa determinada localidade conseguem alcançar milhões de potenciais consumidores quando anunciados e oferecidos pela internet. O que seria inviável se fosse explorado de forma tradicional passa a ter apelo global quando exposto na rede mundial de computadores. Isto é o que chamamos de exploração dos nichos mercadológicos.

Se pensarmos que o Exporta Fácil facilita a exportação de valores de até US$ 50.000,00, em pacotes de até 30 quilos, veremos que este programa é ideal para ser utilizado por pequenos negócios que exponham seus produtos na rede mundial da internet.

Como isso pode ser posto em prática? Leia mais e comente no blog do Boris Hermanson.

Read Full Post »

A década de 1980 troxe consigo um novo paradigma de manufatura envolvendo o Just in Time, pequenos lotes de produção, melhorias contínuas e qualidade total. Nos ultimos quinze anos tem havido uma explosão de conhecimento nas atividade relacionadas ao gerenciamento da qualidade envolvendo o papel de clientes e fornecedores. É preciso determinar a efetividade dos processos e procedimentos que melhorem os negócios

Hoje em dia, uma empresa não pode ser competitiva de forma isolada. Ela faz parte de uma cadeia de compradores / fornecedores que tem como objetivo final a satisfação dos consumidores. Estamos numa era de pressão competitiva e a necessidade de melhorar os processo nuca foi tão intensa como agora.

Saber o que se espera dos fornecedores é essencial para a garantia de melhores resultados no seu negócio, facilitando os processos, tranquilizando a força de trabalho e satisfazendo o cliente.

Os fornecedores são elos fundamentais dentro do processo, pois fornecem os insumos necessários para que a empresa atenda com seus produtos ou serviços o cliente ou usuário final. Porém para garantir a qualidade do nosso produto / serviço, o fornecedor deve atender aos nossos requisitos ou especificações.

Portanto para garantir que os insumos fornecidos atendam as nossas necessidades, é importante selecionar e avaliar os fornecedores.

Todo empresário, mesmo que informalmente, está avaliando seus fornecedores. Ele sabe quem atraza a entrega, quem não atende aos requisitos de qualidade e quantidade, quem tem um fornecimento irregular, etc. No entanto é importante que essa informação não fique apenas na cabeça do empresário. Todos os envolvidos na aquisição de materiais e serviços devem saber quais são os fornecedores confiáveis.

Um modo muito simples de registrar essas informações é criar uma planilha de fornecedores de matérias prima e de serviços, adotando critérios para seleção do fornecedor, tais como:

– Capacidade técnica

– Localização

– Regularidade fiscal

– Assistência técnica

Outro ponto é determinar os requisitos para o fornecimento, como:

– Prazo

– Quantidade

– Atendimento às especificações ou ao contrato.

A avaliação é realizada preenchendo-se a planilha, verificando-se o atendimento e comunicando o desempenho.

A relação cliente / fornecedor dever ser desenvolvida sempre, portanto algumas dicas para melhorar essa relação:

– Compartilhe suas necessidades, expectativa, problemas e receios desde o primeiro contato.

– Mostre a ele sua importância no processo da sua empresa.

– Defina em conjunto critérios de qualidade para um bom fornecimento.

-Acompanhe e aja com objetividade dentro do estabelecido pelas duas partes.

-Dê feedback constante sobre o que está percebendo, tanto positivo quanto negativo. Lembre-se que ele é um  fator crítico de sucesso dos seus produtos ou serviços, ou seja, inclua-o com carinho no seu negócio. Tenha uma relação ganha-ganha.

Considere o fornecedor como um parceiro, planejando em conjunto para que possam decidir, diante da sua necessidade, o que fica melhor para os dois lados.

Saiba mais no blog Gestão da Produção e Qualidade.

Read Full Post »

Perfeição… Palavra que permeia o inconsciente de todo ser humano com maior ou menor intensidade. Perfeição profissional, intelectual, sentimental, estética e todas mais que sejam possíveis idealizar.

Desde a infância, imprime-se em nosso subconsciente a idealização do ser humano completo: príncipes encantados e super-heróis de físico e capacidades incomparáveis que jamais seriam possíveis a um “simples mortal”.

Essa utopia aplicada na vida real e cotidiana tem cultuado relações repletas de superficialidade, preconceito e depressões.

Se por um lado a busca da perfeição pode ser construtiva e levar o ser humano a dar o melhor de si em prol de melhores condições e competências; ela pode também se tornar uma perigosa arma de auto-destruição e obsessão.

Lembremos a Grécia antiga, com sua apologia fragorosa a músculos esculturais, à aparência e ao físico. Será que alguém ousaria questionar a intelectualidade e racionalismo gregos mesmo na cultura da perfeição física? Supervalorizar a imagem da perfeição não implicava na desvalorização do homem.

O problema do mundo moderno incide na busca do ser perfeito em detrimento da visão do ser real. Deixa-se de lado o entendimento da complementaridade e unidade entre o homem no seu exterior e interior. “Mente sã em corpo são”.

Criam-se mentes vazias com vidas vazias e expectativas irrealizáveis. Acreditar que tudo pode ser perfeito faz as pessoas idealizarem situações totalmente fora do seu controle. Nada que elas mesmas fazem lhes agrada, são extremamente críticas em relação a si e pior: adoram exigir, criticar e culpar os outros.

Qual a sua opinião sobre a busca da perfeição nos seus produtos e serviços? Leia mais e comente no blog Lounge Empreendedor.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »